Sem mulheres, a ciência fica pela metade

Na Semana da Mulher no Museu do Amanhã, a relação (por vezes conturbada) entre gênero e produção científica é o tema principal da próxima edição do Ciência às Seis e Meia. No dia 13 de março, traremos algumas convidadas para debaterem sobre o papel das mulheres nas carreiras científicas.

Inscreva-se gratuitamente ao final dessa página A inscrição garante a sua participação no evento. Para visitar nossas exposições, compre aqui seu ingresso para o Museu do Amanhã.

No painel, as convidadas conversarão sobre conquistas e obstáculos para mulheres nas carreiras científicas. Apesar de produzirem metade da ciência feita no Brasil, elas ainda são minoria em cargos de liderança em laboratórios, institutos de pesquisa e reitorias de universidades.

Ciências

Como chegamos até aqui e o que poderia ser feito serão alguns dos pontos da discussão. O encontro também coloca em pauta a participação de mulheres jovens e meninas na ciência. Como atrair novas gerações de mulheres para áreas da ciência e tecnologia? Participe!

Tatiana Rappoport – professora associada do Instituto de Física da UFRJ e integrante da Comissão de Relações de Gênero da Sociedade Brasileira de Física ana Carolina da Hora – Estudante de Ciência da Computação da PUC-Rio, é pesquisadora do Olabi Makerspace e trabalha em um projeto de desenvolvimento de robô humanóide no Cyberlabs

Ciências às Seis e Meia

O projeto Ciência às Seis e Meia é um ciclo de palestras de grandes cientistas para públicos não especializados. Criado nos anos 80 pela Regional Rio de Janeiro da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), tornou-se programa indispensável para quem gosta de conhecer novas ideias e perspectivas nas mais diversas áreas do conhecimento.

Para o ano de 2018, o Ciência às Seis e Meia é realizado em parceria com o Museu do Amanhã e ocorre na primeira quarta-feira do mês, sempre às seis e meia. Ciência às Seis e Meia é organizado pela SBPC – RJ e SBPC – Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, em parceria com o Museu do Amanhã e o site de divulgação científica A Ciência Explica.

O Museu do Amanhã é um museu de ciências aplicadas que explora as oportunidades e os desafios que a humanidade terá de enfrentar nas próximas décadas a partir das perspectivas da sustentabilidade e da convivência.

Inauguração

Inaugurado em dezembro de 2015 pela Prefeitura do Rio, o Museu do Amanhã é um equipamento cultural da Secretaria Municipal de Cultura, que opera sob gestão do Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG). Exemplo bem-sucedido de parceria entre o poder público e a iniciativa privada, o Museu do Amanhã já recebeu mais de 3 milhões de visitantes desde a inauguração.

Com patrocínio máster do Banco Santander e uma ampla rede de patrocinadores que inclui empresas como Shell, IBM, IRB-Brasil RE, Engie, Grupo Globo e Instituto CCR, o museu foi originalmente concebido pela Fundação Roberto Marinho.

Leave a Reply