Navios de cruzeiro usam tecnologia para salvar vidas

Navios de cruzeiro usam tecnologia para salvar vidas

A última coisa em que pensamos quando embarcamos num navio de cruzeiro é numa evacuação de emergência. Mas, se tal acontecer, esta tecnologia pode ajudar a salvar vidas. Na Grécia e em toda a Europa, várias empresas de cruzeiros estão a trabalhar em conjunto para garantir que todos os passageiros resgatados sejam contabilizados.

Num exercício de emergência, o qual contece em todos os cruzeiros por todo o mundo, a tripulação posiciona os botes salva-vidas e verifica se todos os passageiros estão presentes. A equipa que acompanhamos está a experimentar um novo dispositivo, que identifica todos a bordo.

Para que a procura de passageiros seja rápida, mesmo em caso de emergência, a equipa usa uma rede sem fios que abranje todo o navio e mostra todos os passageiros num computador. A função é exclusiva a situações de emergência, garante Yiannis Panaretou, CEO da OptionsNet IT Services.

“O Chefe da Segurança no navio pode ver onde a tripulação e os passageiros estão. Há, portanto, uma forma de procurar alguém em específico. Usa-se um painel de busca para encontrar determinada pessoa e ver exatamente onde essa pessoa está.”.

O projeto de pesquisa europeu visa certificar e instalar esta tecnologia na indústria europeia num futuro próximo. Milhares de dispositivos já estão a ser testados em grandes empesas de cruzeiro. Algumas delas já oficializaram o sistema.

Mas, e se alguém cair ao mar, fora do alcance da rede sem fios?

A ideia deste projeto é também colocar dispositivos nos coletes salva-vidas. Em caso de acidente, os socorristas poderão usar antenas portáteis ou sobrevoar a área com drones, ou helicópteros. O avanço vai permitir facilitar a busca de vítimas a uma determinada distância.

Angelos Ktoris, engenheiro naval do Instituto Marítimo do Mediterrâneo Oriental, garnate que o dispositivo é eficaz em qualquer situação. “O dispositivo tem um alcance até um quilómetro, mesmo em condições de tempestade, ou com um tempo muito pior do que luz que temos aqui hoje.”, conta.

Este teste, apesar de normal num navio de cruzeiro, foi filmado pela Euronews durante um exercício de busca e salvamento marítimo internacional no Chipre. Dezenas de países participaram na atividade, simulando uma grande operação humanitária no Mar Mediterrâneo.

aAndreas Charalambides, Comandante do Centro de Coordenação de Resgate, fala de um exercício de sucesso. “Estamos impressionados com os resultados do projeto. Este sistema pode realmente ajudar a procurar e a resgatar o pessoal que opera quando o tempo é essencial.”

Leave a Reply